Um briga generalizada dentro de uma escola entre uma aluna e professores, sendo um deles um policial civil, terminou na delegacia na noite desta quarta-feira (27). O caso ocorreu numa escola no bairro CPA III, em Cuiabá.

A confusão começou na secretaria da escola, quando a aluna de 36 anos chegou para questionar um problema de notas e de frequência. No boletim de ocorrência, consta que a funcionária da escola teria informado que ocorreu um erro no sistema, mas que a aluna teria se exaltado e passou a ofender as pessoas.

Segundo registro do caso, outros dois professores, ao perceberem a confusão, compareceram ao local para tentar apaziguar a situação. Eles relataram a Polícia Militar que atenderam o caso de que a aluna passou a agredi-los verbalmente. 

Ela ainda chegou a ofender um policial civil, que também é professor: “Você nem deveria estar aqui, é contratado”.

O policial, então, deu voz de prisão a aluna pelo crime de desacato. A aluna resistiu a prisão e foi imobilizada.

Ela relata a PM que foi segurada pelo pescoço e teve o braço torcido para trás. Alega também que o policial civil tentou derrubá-la.

Já o policial relata que a aluna jogou um aparelho celular em sua cabeça. Ela foi levada para a Politec para realizar exame de corpo delito e os demais envolvidos foram ouvidos na delegacia. 

Fonte: Folha Max

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here