O presidente Jair Bolsonaro confirmou nesta segunda-feira (6) que o governo propôs zerar o ICMS sobre diesel, com compensação aos estados pela perda com arrecadação, por meio de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC).

“Pagaríamos aos governadores o que eles deixariam de arrecadar”, declarou. O anúncio foi feito em entrevista coletiva no Palácio do Planalto, após reunião com ministros e lideranças do Congresso.

O chefe do Executivo disse que a pandemia, “pelo que tudo indica”, está no fim, mas ressaltou os impactos da guerra entre Rússia e Ucrânia no preço dos combustíveis. “Sabemos o que vem acontecendo com combustíveis, todos sofrem, em especial os mais humildes”, declarou Bolsonaro. O presidente também destacou que o gasto do governo federal com a emergência de saúde foi em torno de R$ 700 bilhões.

Participam da coletiva os ministros Paulo Guedes (Economia), Ciro Nogueira (Casa Civil), Célio Faria (Secretaria de governo), Adolfo Sachsida (Minas e Energia), Anderson Torres (Justiça e Segurança Pública) e Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), além dos presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG).

Autor: o Estado de São Paulo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here