O mercado brasileiro de milho encerrou a semana sem apresentar grandes novidades. Segundo o analista de Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, a lentidão foi dominante no decorrer desta sexta-feira, 6. “Tanto consumidores quanto produtores estiveram retraídos, avaliando as melhores estratégias a serem adotadas no curto prazo. A movimentação do dólar e o risco climático seguem como fatores preponderantes para a decisão de venda do produtor”, comenta. Houve acomodação dos preços em algumas regiões, com destaque para São Paulo.

No Porto de Santos, o preço da saca de milho ficou em R$ 75/80. No Porto de Paranaguá (PR), a cotação chegou a R$ 74/80 a saca.

No Paraná, o valor pago foi de R$ 78/80 a saca em Cascavel. Em São Paulo, o preço foi de R$ 80/82,50 na Mogiana. Em Campinas CIF, a cotação ficou em R$ 82/83 a saca.

No Rio Grande do Sul, a saca foi negociada a R$ 84/87 em Erechim. Em Minas Gerais, o valor pago foi de R$ 75/76 a saca em Uberlândia. Em Goiás, o preço esteve em R$ 72,50 – R$ 75 a saca em Rio Verde – CIF. No Mato Grosso, os valores chegaram a R$ 76/78 a saca em Rondonópolis.

Autor: Agência Safras

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here