Em publicação no Diário Oficial da União, desta sexta-feira (7/8), o Ministério da Defesa determinou que as Forças Armadas sejam orientadas a não participar de quaisquer tipos de eventos comemorativos neste ano. Com isso, o desfile do dia 7 de setembro, dia da Independência da República será cancelado.

Sobre a “Semana da Pátria 2020”, a publicação afirma que tradicionalmente as Forças Armadas participam das comemorações, que estimulam “a ampla manifestação dos valores cívicos em todo território nacional, por meio de atividades culturais e solenidades específicas”.

No entanto, a portaria afirma que a medida é necessária para evitar aglomeração em meio à pandemia de coronavírus. “Todavia, como é de amplo conhecimento, o País, como considerável parte do mundo, enfrenta a pandemia do “COVID-19″, não sendo recomendável pelas autoridades sanitárias a promoção de eventos que possam gerar aglomerações de público, devido ao risco de contaminação”, versa um trecho.

O texto aponta também que as condições atuais de isolamento social deverão ainda vigorar durante o mês de setembro. “Determino aos Comandantes da Marinha do Brasil, do Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira que orientem suas respectivas Forças para se absterem de participar de quaisquer eventos comemorativos alusivos ao supracitado evento como desfiles, paradas, demonstrações ou outras que possam causar concentração de pessoas”, conclui.

Ainda nesta sexta-feira (7/8), em entrevista a jornalistas, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB), já havia comentado sobre o assunto e apontado que “provavelmente” o desfile será cancelado. “Não é pelo desfile em si, mas é pela participação popular, gera aglomeração, está fora dos parâmetros da nossa linha de combate à pandemia”, avaliou. O governo e o Ministério da Defesa avaliam se haverá alguma comemoração alternativa.

Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here