Um empresário de 38 anos, morador de Sorriso, procurou a Polícia Civil e afirmou ter recebido R$ 99 milhões em sua conta bancária. O registro da ocorrência aconteceu dois dias depois de um ataque cibernético ao Banco do Brasil de Brasília, que gerou o desvio de R$ 400 milhões.

À Polícia, o empresário contou que alguns investidores estariam interessados na compra e venda de grãos, já que ele seria do ramo agropecuário. A negociação com um deles teria ficado entre R$ 5 e R$ 30 milhões. Depois de fechar o acordo e passar os dados bancários, ele afirma ter recebido o dinheiro.

O homem afirma que entrou em contato com o cliente, que alegou ter feito a transferência por engano e pediu o estorno de R$ 30 mi. No entanto, ele teve a conta bloqueada e decidiu procurar a Polícia Civil por acreditar que o dinheiro possa ter sido desviado.

A Polícia Civil informou que investiga a participação do homem no crime, pois ele teria tentado transferir o dinheiro para outras contas antes de denunciar o episódio.

Nesta semana, um homem de 31 anos foi autuado em flagrante pelo crime de receptação, após ser surpreendido por policiais civis do interior de uma agência bancária do Santander, no centro de Lucas do Rio Verde (354 km de Cuiabá), quando tentava transferir R$ 30 mi.

O inquérito tramita na Delegacia de Lucas do Rio Verde, onde são concentradas as informações, além de outras investigações conduzidas pela Inspetoria do Banco do Brasil, Conselho de Controle de Atividade Financeira (Coaf) e Polícia Federal.

Autor: Olhar Direto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here