As incertezas quanto aos resultados do rendimento da safra 21/22 têm impactado no progresso mensal da comercialização da pluma em MT. Desse modo, as negociações atingiram 73,02% da produção esperada, avanço de apenas 2,96% ante a abr-22.

Em relação à safra 22/23, a comercialização exibiu avanço expressivo de 9,90 p.p. frente ao último relatório e 0,70 p.p. ante a média dos últimos anos, alcançando 38,17% da produção aguardada para o ciclo. Essa pluma vendida em mai-22 foi negociada a R$ 173,87/@, alta de 6,66% no comparativo mensal, reflexo da valorização da fibra na bolsa de NY. Cabe destacar que esse incremento é o principal fator que tem estimulado as negociações por parte dos cotonicultores.

Por fim, o reflexo no preço da pluma, devido as preocupações quanto a produção nos EUA, em conjunto com as incertezas da economia global, tende a impactar o ritmo das negociações da safra 22/23.

As informações constam no Boletim Semanal do Imea – Instituto Mato-grossense de Economia Agrícola.

Autor: Agência Safras

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here