A situação do atacante Hugo Cabral ficou complicada no Cuiabá. O jogador discutiu com o técnico Itamar Schülle durante o treino na Arena Pantanal, na noite desta terça-feira. O comandante do Dourado disse até que não trabalha mais com o atacante. A diretoria ainda não se posicionou sobre o ocorrido.

Os jogadores relacionados para a partida contra o Figueirense, que terminou em vitória para o Cuiabá por W.O, fizeram um treino em campo reduzido na Arena Pantanal. Nesse trabalho, o lateral-direito Jonas e Hugo se envolveram em um lance ríspido. O atacante não gostou da entrada e gritou algo. Schülle o chamou para conversar, mas a situação se agravou. O treinador até disse em alto e bom som: “ou ele ou eu”.

O preparador físico do Cuiabá, Carlos Gamarra, tentou apaziguar os ânimos, mas o treino se encerrou sem acordo entre as duas partes. A diretoria ainda não se posicionou sobre a situação do Hugo Cabral, que tem contrato com o clube até o fim da Série B do Brasileiro.

Contratado por alto salário pela diretoria, Hugo não tem sido peça importante no ataque do Dourado – maioria como opção no banco de reservas.

Os jogadores se reapresentam na tarde desta quarta-feira no CT do Dourado para se prepararem para o confronto diante do Botafogo-SP, na próxima sexta-feira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here