Produtos feitos com madeira de apreensão viram patrimônio público — Foto: Reprodução/TVCA

Lixeiras, bancos e outros itens do passeio público, instalados na Avenida dos Tarumãs, em Sinop, a 503 km de Cuiabá, são resultados da apreensão de madeira retirada irregularmente das florestas de Mato Grosso.

Um acordo em Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e prefeitura possibilita a produção desses itens que são utilizados pela Secretaria Municipal de Obras, nos espaços públicos.

A doação da madeira proporciona economia para o município que teria que utilizar os mesmos objetos com outros materiais.


Prefeitura reativou marcenaria para fabricar produtos com madeira apreendida

A administração pública também economiza na mão de obra, já que os produtos são feitos na marcenaria da secretaria por servidores efetivos.

“Nós estávamos com a marcenaria montada e que estava desativada. Também tínhamos dois funcionários que trabalhavam no local e que também estavam parados. Percebemos que eles gostariam de retomar os trabalhos com a madeira e resolvemos reativá-la”, afirmou o secretário Daniel Broleze.

Todo o trabalho na marcenaria é artesanal e os objetos produzidos utilizados para ocupação de espaços públicos.

Ibama doa madeira apreendida para Prefeitura de Sinop

Por G1 MT

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here