A madre Giuseppina Vannini será uma dos cinco novos santos da Igreja Católica a partir do próximo domingo após ser canonizada pelo Papa Francisco. Um dos milagres reconhecido de Vannini e o que permitirá sua canonização, envolve Arno Celson Klauck, mestre de obras de Sinop, que caiu do terceiro andar pelo poço do elevador enquanto colocava vigas de madeira. Ele invocou a ajuda da religiosa enquanto caía. Milagrosamente, foi encontrado apenas com hematomas.

De acordo com informações da assessoria do Vaticano, Giuseppina nasceu em Roma, em 1859. Aos quatro anos de idade, perdeu o pai e, três anos depois, a mãe. Separada de seus dois irmãos, foi acolhida no Conservatório Torlonia, de Roma e morreu em 1911. Em 16 de outubro de 1994, foi beatificada por São João Paulo II, graças ao primeiro milagre realizado em Olga Nuñez, de Buenos Aires, que sofria de melanoma. As Filhas de São Camilo colocaram uma relíquia de Madre Giuseppina em seu leito hospitalar, enquanto rezavam uma novena pedindo a intercessão de sua fundadora. Milagrosamente, a doença começou a desaparecer, até curar completamente.

Além de Vannini, serão canonizados o cardeal John Henry Newman, Maria Teresa Chiramel Mankidiyan, Margarita Bays e a beata Dulce Lopes Pontes, que é a primeira santa brasileira. Aos 18 anos, ela ingressou na Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, onde passou a se chamar Dulce. Fundou a União dos Trabalhadores de São Francisco, um movimento operário cristão na Bahia, e o hospital Santo Antônio. Faleceu em 1992 por sua saúde debilitada.

O primeiro milagre de sua beatificação ocorreu em 2001, quando Claudia Cristina dos Santos, de 42 anos, apresentou uma hemorragia incontrolável depois do parto. Após três intervenções, os médicos perderam a esperança, mas sua família decidiu pedir a intercessão da beata e o sangramento parou imediatamente.

O segundo milagre que a levará à canonização é a cura milagrosa de José Maurício Bragança Moreira, que estava cego devido a um glaucoma grave. Um dia, enquanto sofria de conjuntivite, colocou uma pequena estátua da religiosa sobre o olho, pedindo sua intercessão. Quando ele acordou, descobriu que podia ver novamente.

Por Só Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here