Foto: Rodinei Crescêncio

Além da crise econômica como resultado da pandemia de Covid-19, o comércio pode sofrer novo baque se aprovada a reforma tributária encaminhada pelo governo federal ao congresso.

Avaliada como “totalmente equivocada” pelo presidente da Fecomércio, Wenceslau Júnior, a proposta pode ter efeito contrário ao previsto e impactar na criação de empregos pós-pandemia. A previsão de entidades nacionais é que a aprovação da PEC 45/19 aumente em 8% a carga tributária.

Com isso, o empresariado do estado está preocupado e perdendo o sono devido a instabilidade política que tem afetado a economia do país.
 
Recentemente o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec), divulgado pela Fecomércio-MT, revelou um crescimento de 14,3% na confiança dos empresários no primeiro semestre do ano e de 25,8% na variação anual. Contudo, segundo o presidente da entidade, os empresários ainda estão preocupados quanto à reforma tributária de Mato Grosso, uma vez que não se sabe como será de fato.

Da Assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here