Mais de 74% das lavouras de milho já foram colhidas em Mato Grosso. O ritmo dos trabalhos segue acima da média histórica para o período, que é de quase 53%.

A região médio-norte, principal produtora de grãos do estado, mantém a dianteira dos trabalhos, com mais de 88% da área plantada com milho nesta segunda safra já colhidos. Na sequência, aparece a região noroeste, com 84%. Em municípios como Sorriso, Lucas do Rio Verde e Nova Mutum, as cenas de grandes montanhas de milho a céu aberto são comuns novamente este ano, pela falta de capacidade de armazém na região para absorver a grande produção.

O sudeste de Mato Grosso, onde estão localizados municípios como Primavera do Leste e Campo Verde, registra o ritmo mais lento até aqui: menos de 45% das lavouras foram colhidas por lá.

Diferentemente do que ocorre com a velocidade da colheita, a venda da produção apresenta ritmo inferior ao registrado nesta mesma época em safras anteriores. Sessenta e um por cento da produção estimada foi negociada até aqui, contra 72% na média das últimas cinco safras.

Apesar do menor volume, o presidente da Aprosoja-MT, Fernando Cadore, afirma que muitos agricultores se veem obrigados a comercializar a safra com antecedência, o que nem sempre é um bom negócio.


Autor: Cana Rural

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here