O cenário parece mesmo estar se estabilizando no estado do Mato Grosso. Pelo menos é o panorama que se apresenta na diminuição de ocupação de leitos de UTI’s públicas exclusivas para pacientes com a COVID-19, tanto nos hospitais Regionais, quantos nas pactuadas com o SUS.

O boletim informativo desta sexta-feira (28), divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde, apresenta um percentual de 62% de leitos ocupados, chegando ao índice próximo ao início da pandemia do Coronavírus no estado de Mato Grosso.

O maior número de vagas se encontra na capital, Cuiabá, onde existem 90 leitos disponíveis, conforme o boletim. No Hospital Regional de Sorriso, continuam ocupadas as únicas 02 vagas oferecidas pelo governo do estado para UTI COVID-19. Já no vizinho, Hospital Regional de Sinop, a ocupação é de 79%, ou seja, dos 29 leitos, 06 estão disponíveis. No Hospital Particular de Nova Mutum, Hilda Strenger Ribeiro, que pactuou 20 leitos de UTI Covid com o SUS, existem 8 leitos vazios.

Apesar dos números caírem, a região médio-norte ainda tem a menor redução de internados, e as mortes continuam sendo registradas.

Outro fator constatado nos municípios é a redução do número de pacientes procurando atendimento. “Aqui em Sorriso, a redução no número de atendimentos foi grande neste mês de agosto inteiro. Por isso poderemos de desarticular algumas unidades que atendiam referência de sintomas respiratórios e voltaremos a partir de terça-feira (01) com toda nossa estrutura da atenção básica. Esperamos que isso continue assim, pelo menos até termos uma vacina contra o vírus”, informou o Secretário Municipal de Saúde de Sorriso, Luis Fabio Marchioro, alertando para que as pessoas não relaxem com os cuidados, continuem usando máscara, higienizando as mãos o tempo todo e mantendo distanciamento das outras pessoas.

Da Redação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here