Os deputados Ulysses Moraes e Janaina Riva, que está prestes a ganhar o 3º filho; emedebista espera aprovação de licença a partir de 20 de agosto. Foto: Rodinei Crescêncio

O deputado Ulysses Moraes (PSL) parece que está misturando divergências políticas com questões pessoais e  usando  a gestação da colega Janaina Riva (MDB) para alimentar a rivalidade entre os dois parlamentares. Na sessão matutina desta quarta (12), pediu vistas e impediu a Assembleia de votar a resolução que garante licença-maternidade para a emedebista a partir de 20 de agosto.

No entanto, Ulysses nega o intuito de prejudicar a licença-maternidade de Janaina. Afirma que o objetivo do pedido de vista é impedir que receba vantagens indevidas durante o afastamento.

Ocorre que Janaina está na reta final da gestação do terceiro filho, chamado Diogenes. O parto do menino está previsto para 25 de agosto. Por isso, a deputada pretende entrar em licença-maternidade  cinco dias antes.

Essa não é a primeira vez que Ulysses tem posicionamento controverso sobre o assunto. Em 26 de junho deste ano, após 185 anos de fundação da Assembleia, foi aprovada a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que garante licença-maternidade de 180 dias para deputadas e licença-paternidade de 5 dias para deputados.

A aprovação foi quase unânime. Somente Ulysses se absteve da votação da PEC de autoria do deputado estadual João Batista (Pros).

Outro Lado

Ulysses justificou o pedido de vista alegando que vai apresentar uma emenda retirando do projeto de resolução que garante a licença-maternidade para Janaina a palavra “vantagens”. “Assim, a deputada receberá apenas o subsídio no período em que estiver afastada da Assembleia.” Fiz isso para garantir que tudo esteja em conformidade com a PEC e a Constituição Federal”, garantiu, negando qualquer perseguição contra a colega.

Janaina lembrou que tentou explicar que as vantagens em questão são “remuneratórias” e não “indenizatórias”. Ulysses não deu ouvidos a colega-gestante.

RD News

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here