Autor do gol de empate em 1 a 1 contra o Flamengo, Pepê precisou de seis minutos para justificar a confiança de Renato Gaúcho e evitar a derrota do Grêmio na Arena, nesta quarta-feira. O feito mantém o time vivo nas semifinais da Libertadores e ainda gera um gosto especial ao garoto de 22 anos. Afinal, foi a primeira vez que marcou pelo torneio continental.

O atacante ingressou na partida na vaga de Alisson aos 36 do segundo tempo, quando o Tricolor perdia por 1 a 0. Seis minutos depois, puxou um contra-ataque rápido e aproveitou a oportunidade, em uma jogada que ainda teve contribuição direta de Luan, Maicon e Everton. Pepê surgiu como centroavante e aproveitou cruzamento forte de Cebolinha para estufar as redes de Diego Alves.

Após o gol, o garoto agarrou a bola, bateu no peito emocionado e fez a Arena explodir. Cena que o atacante guardará com carinho na memória.

– Fazer meu primeiro gol na Libertadores é uma emoção muito grande. Um dia que nunca esquecerei, vou levar para sempre na vida. Poder sair do 1 a 0 e ajudar minha equipe enaltece ainda mais a noite de hoje (ontem). Espero continuar ajudando a minha equipe como fiz – afirmou Pepê, após a partida.

Com o gol, Pepê se tornou vice-artilheiro do time na temporada ao lado de Luan, com nove gols cada. Só não fez mais gols do que Everton, que já balançou as redes em 17 oportunidades.”Fazer meu primeiro gol na Libertadores é uma emoção muito grande. Um dia que nunca esquecerei, vou levar pra sempre na vida” (Pepê).

O lance ainda serve para Pepê apagar de vez a dor pela eliminação na Copa do Brasil. Na ocasião, desperdiçou a cobrança derradeira que fez com que o Grêmio fosse eliminado pelo Athletico na semifinal. Muito abatido, o garoto recebeu o suporte do vestiário para redimir-se.

– Depois daquele jogo eu senti bastante, mas tive apoio total do grupo para quando surgisse outra oportunidade, poder ajudar dentro de campo. Marcar contra o Santos e hoje (ontem), meu primeiro pela Libertadores, foi fundamental para retomar de vez minha confiança – completou.

Com o empate no jogo de ida, o Grêmio precisa vencer ou empatar a partir de 2 a 2 para garantir a vaga à decisão da Libertadores. A partida de volta será em 23 de outubro no Maracanã. Antes, os gaúchos voltam a concentrar forças no Brasileirão. Neste sábado, às 19h, o time recebe o Corinthians na Arena, pela 23ª rodada.

Por Globo Esporte

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here