A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) apresentou seus pedidos para o Plano Safra 2021/22 ao Ministério da Agricultura. O ex-secretário de Política Agrícola da pasta e comentarista do Canal Rural, Benedito Rosa, afirma que o foco dos pedidos é o volume de recursos destinados à subvenção do crédito rural de R$ 11,5 bilhões para R$ 15 bilhões.

Segundo Benedito Rosa, a situação é difícil, já que o Congresso Nacional não analisou o projeto de lei que repõe os recursos para o setor produtivo cortados durante a finalização do Orçamento. “Aumentar o enquadramento e o limite de cada operação fica prejudicado”.

O comentarista afirma que as solicitações da CNA, entre antigas e novas, são todas pertinentes. Envolvem também diminuir os custos do crédito rural e acabar com as vendas casadas nos serviços prestados pelos bancos. “Isso animaria os produtores a irem ao crédito controlado no lugar do barter”, diz.

Por fim, Benedito Rosa pede que as entidades do agronegócio direcionem seus pleitos para o Plano Safra aos lugares certos: o Ministério da Economia e a Presidência da República. “Estamos falando entre nós, a ministra Tereza Cristina tem os mesmos pleito. Precisamos fazer este setor tão importante ganhar dimensão no Ministério da Economia e na Presidência da República”.

Canal Rural

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here