Elizangela Moraes foi atingida na cabeça e no pescoço — Foto: Arquivo pessoal

Os policiais militares suspeitos de atirarem em uma mulher, em janeiro deste ano em Sorriso, a 420 km de Cuiabá, viraram réus na Justiça de Mato Grosso.

A juíza Emanuelle Chiaradia Navarro Mano, da Primeira Vara Criminal de Sorriso, recebeu a denúncia do Ministério Público Estadual (MPE) no dia 12 de fevereiro.

Os policiais, agora, respondem criminalmente por tentativa de homicídio e porte ilegal de arma de fogo.

A reportagem não localizou a defesa deles. Ezio Sousa Dias e Weberth Batista Ribeiro, ambos de 30 anos, se envolveram em uma confusão em um bar e efetuaram disparos, atingindo Elizangela Moraes, de 44 anos, que estava do lado de fora do estabelecimento.

Eles estão presos desde o dia 18 de janeiro, quando o crime aconteceu. Recentemente também foi decido, pela 4ª Vara Cível, o afastamento deles, só não foi informado se ambos ainda recebem remuneração como militares.

Atualmente eles estão presos no presídio militar de Santo Antônio de Leverger, a 35 km da capital mato-grossense.

Por G1 MT

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here