Por orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul, determinou a suspensão imediata da aplicação da AstraZeneca em gestantes. Na capital, este público está sendo imunizado contra a Covid-19 pela Pfizer.

De acordo com publicação na edição do Diário Oficial do Estado, de 6 de maio, a intenção inicial era vacinar 38.158 gestantes com AstraZeneca, em 71 cidades, incluindo Campo Grande. Ainda não há informações sobre a quantidade de grávidas que receberam a vacina em Mato Grosso do Sul.

A orientação está em Nota Técnica emitida pela Agência nesta segunda-feira (10). A Anvisa pede que a bula da vacina AstraZeneca seja seguida pelo Programa Nacional de Imunização (PNI), aplicando-a em em grávidas somente por orientação médica.

O uso “off label” de vacinas, ou seja, em situações não previstas na bula, só deve ser feito mediante avaliação individual por um profissional de saúde que considere os riscos e benefícios da vacina para a paciente.

Segundo o Vacinômetro, até o início da manhã desta terça-feira (11), 855.588 doses tinham sido aplicadas em moradores do estado, sendo 730.903 em primeira e 262.517 em segunda. Números que mostram que 22,06% da população está vacinada e 8,40% imunizada.

Fonte: TV Morena

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here