O prefeito de Sorriso, Ari Lafin (PSDB) anunciou, na manhã dessa quinta-feira (06) em entrevista coletiva, que a capital do Agronegócio, novamente não terá carnaval popular e mais de R$ 200 que seriam utilizados na festa popular irão para saúde, segurança pública e para auxílios dos agricultores que estão em época de colheita. Em 2017, 2018 e 2019 também não houve festa e os foliões se divertiram em clubes particulares.

“Todos os recursos que seriam utilizados no carnaval serão repassados a nossa secretária de Saúde para que possamos agir com combate a endemias, como estamos enfrentando, cirurgias de olhos e outras que seja. Totalmente investido na área da saúde. Carnaval eu tenho certeza absoluta que é um momento de alegria, o Brasil tem na sua cultura, mas cada um pode fazer sua festa, se reunir com amigos numa chácara. Esse custo não pode vir para o poder público, não é nossa prioridade”, apontou o prefeito Ari Lafin.

“Estamos numa arranca safra inclusive, estamos trabalhando muito forte com o Sindicato Rural e a secretaria de Transporte neste momento, qualquer valor que poderia ser destinado a carnaval vamos colocar também em recursos para contratação, se for necessário, de mais equipamentos para que nossos agricultores tenham tranquilidade. Prioridade agora é o arranca safra, saúde, segurança pública e outras ações”, emendou o prefeito.

Ano passado R$ 150 mil que seriam utilizados no carnaval popular foram destinados para procedimentos de 200 cirurgias de pterígio e catarata.

Fonte: Só Notícias/David Murba (colaborou e foto: Lucas Torres, de Sorriso)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here