Desde o início da pandemia o município de Sorriso atendeu 17.662 pacientes com medicamentos usados para combater o novo coronavírus Sars-CoV-2, que causa a Covid-19. Conforme o secretário de Saúde e Saneamento, Luís Fábio Marchioro, as medicações entregues seguem à risca os receituários prescritos pelos médicos que estão atuando na rede pública no combate à pandemia no município e entregues diretamente no Hospital de Campanha, nas cinco farmácias cidadãs – a Farmácia Cidadã Central 24 Horas, a do Bela Vista e a da Zona Leste na área urbana e nos Distritos de Primavera e Boa Esperança na área rural. Marchioro acrescenta que para retirar a medicação é necessário que o paciente apresente receita do Sistema Único de Saúde (SUS).

Conforme pontua o secretário, a medicação prescrita depende da avaliação de cada paciente criteriosamente realizada pelos médicos no momento da consulta. “O tratamento médico é particularizado, depende sempre da avaliação”, destaca. “Mas a ação rápida salva vidas, por isso salientamos que quem sentir sintomas busque imediatamente atendimento: temos profissionais e medicação à disposição de todos”, acrescenta. A recomendação é que quem se sentir mal deve procurar imediatamente o Hospital de Campanha ou a Unidade de Pronto Atendimento Sara Akemi Ichicava, abertos 24 horas. Além disso, o PSF Nova Integração, localizado na Zona Leste, também está atendendo no período noturno. E há ainda as Unidades Básicas de Saúde que estão preparadas para atendimento e encaminhamento dos pacientes às unidades de referência.

O secretário completa que hoje, 17 de novembro, data do 232⁰ boletim diário da Covid-19 o município contabilizava 6.943 casos confirmados, dos quais 6.679 curados e 155 ativos com 16 pessoas internadas; destas 8 estão em UTI e 8 em leitos de enfermaria. No momento são 3 profissionais da Secretaria de Saúde e Saneamento afastados devido à doença. O boletim também aponta 116 casos suspeitos, aguardando o resultado dos exames. Hoje, 246 pacientes com sintomas gripais recebem acompanhamento dos profissionais da Secretaria. “Durante a pandemia, infelizmente também contabilizamos 109 mortes; por isso pedimos à população que quem tiver qualquer sintoma procure logo o atendimento médico”, alerta.

Marchioro lembra que qualquer dúvida em relação à Covid-19 pode ser tirada pelo 150 que atende das 7 horas da manhã à meia-noite.  “Use máscara ao sair em público e lave as mãos com frequência. Se você estiver positivo somente saia de casa se for para consultas e atendimento médico. Vamos tomar o máximo de medidas de segurança possíveis e preservar vidas”, diz.

Autor: Da Redação com Assessoria de Imprensa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here