Mesmo sem negócios no mercado interno, o preço da saca de soja voltou a subir em algumas regiões. Em Rio Verde (GO), o valor disparou, passando de R$ 176 para R$ 180. A indicação é nominal, devido à falta de produto disponível. Os produtores seguem priorizando o plantio, fato que trava ainda mais a comercialização.

Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos seguiu em R$ 173. Na região das Missões, a cotação permaneceu em R$ 172. No porto de Rio Grande, o preço subiu de R$ 169 para R$ 169,50.

Em Cascavel, no Paraná, o valor avançou de R$ 175 para R$ 178 a saca. No porto de Paranaguá (PR), a saca permaneceu em R$ 156.

Em Rondonópolis (MT), a saca estabilizou em R$ 178. Em Dourados (MS), a cotação ficou em R$ 172.

Chicago

Os contratos futuros da soja negociados na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) fecharam a sexta-feira, 30, com preços em leve alta. Em dia volátil, os agentes preferiram se posicionar frente ao final de mês e com a proximidade da eleição nos Estados Unidos.

Sinais de demanda firme pela soja americana seguiram sendo fator de sustentação às cotações. O avanço do plantio no Brasil, entretanto, limitou ganhos mais consistentes.

Os exportadores privados norte-americanos reportaram ao Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) a venda de 121.500 toneladas de soja para destinos não revelados. A operação tem entrega programada para a temporada 2020/21.

Na semana, a posição janeiro teve desvalorização de 2,28%. No mês de outubro, no entanto, o contrato subiu 2,8%.

Os contratos da soja em grão com entrega em janeiro fecharam com alta de 5,75 centavos de dólar por libra-peso ou 0,54% a US$ 10,56 por bushel. A posição março teve cotação de US$ 10,48 por bushel, com ganho de 7,75 centavos ou 0,74%.

Nos subprodutos, a posição dezembro do farelo fechou com alta de US$ 1,70 ou 0,45% a US$ 378,60 por tonelada. No óleo, os contratos com vencimento em dezembro fecharam a 33,61 centavos de dólar, alta de 0,55 centavo ou 1,66%.

Câmbio

O dólar comercial encerrou a sessão com baixa de 0,45%, sendo negociado a R$ 5,7390 para venda e a R$ 5,7370 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,7240 e a máxima de R$ 5,8100. Na semana, o dólar acumulou alta de 1,92% frente ao real, e valorizou 2,15% no mês.

Autor: Agência Safras

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here