Na próxima semana, do dia 11 ao dia 16 de julho, a Prefeitura de Sorriso, por meio da Secretaria de Obras e Serviços Públicos, fará a coleta de resíduos sólidos nos bairros que integram o Setor 7 de Sorriso: Rota do Sol, Santa Clara I e II, Monte Líbano I e II, Jardim Paraíso, Parque dos Poderes e Flor de Liz.

Os moradores destes bairros já podem caprichar na faxina e colocar na calçada os resíduos a serem coletados, garantindo assim que, a partir da próxima segunda-feira (11), a equipe possa recolher itens como: móveis e eletrodomésticos velhos e inservíveis; assim como resíduos sólidos provenientes da limpeza de jardins (folhas e restos vegetais que podem servir como criadouro de insetos e animais peçonhentos, como a grama quando é cortada).

Nesta semana, até sexta-feira (9 de julho), a Prefeitura de Sorriso está com este serviço nos bairros do Setor 6: Morada do Sol, Jardim Amazônia, Jardim Aurora, Jardim Itália, Jardim Europa, Jardim das Américas, Jardim Califórnia, Jardim Tropical, Portal Kaiabi, Colinas, São Cristóvão, Topázio,  Porto Alegre, Santa Mônica, Guarujá, Bom Sucesso e Loteamento Vitória.

O cronograma obedece ao Calendário de Coleta de Resíduos, em que a cidade foi dividida em oito setores que recebem este serviço em um intervalo médio de 60 dias. Acompanhe o calendário da coleta de resíduos: https://site.sorriso.mt.gov.br/pages/calendario-de-coleta-2022 .

Como embalar estes resíduos?                                                             

Eles devem colocados em sacos de até 60 kg e podem ser disponibilizados nas calçadas uma semana antes do período de coleta.

O que não é coletado?

Galhos maiores, resultado de podas, devem ser levados pelo próprio morador até o Depósito Municipal de Entulhos e Galhadas (DMEG – antigo Lixão). Restos de construção civil também não são coletados em casa e devem ter como o destino o DMEG, que funciona de segunda a sábado, das 6h às 18h.

Além disso, como contribuir para manter a cidade mais limpa?            

 Nada de varrer folhas ou jogar lixo dentro das bocas de lobo. Estas estruturas devem receber somente a água da chuva. Quintais e terrenos baldios devem sempre estar em ordem também: nada de resíduos que possam acumular água e servir de berço para o mosquito da dengue. Mato alto em terreno baldio? Não pode de jeito nenhum.

Manter a área com mato alto, além de comprometer a saúde e a segurança dos vizinhos pode também doer no bolso.  A multa por deixar o terreno sujo varia de acordo o tamanho da área (5 a 60 VRFs, ou R$ 481,50 a R$ 5.778,00). Além da multa, a Prefeitura faz a limpeza e cobra, do proprietário, a taxa deste serviço. Assim como a multa, o valor da taxa de limpeza também varia em função do tamanho do terreno, conforme prevê a Lei Complementar 277/2018. Caso o terreno venha a sofrer algum tipo de queimada, a multa mínima é de R$ 5 mil.

Dúvidas, sugestões, críticas ou elogios sobre este ou outro serviço ofertado pela Prefeitura? Só ligar no 150, de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.


Autor: Assessoria de Imprensa

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here