O número de voos comerciais no Aeroporto Regional Adolino Bedin, neste mês, aumentou 27%, mesmo com a pandemia do novo Coronavírus, se comparado com o mesmo período do ano passado. “A gente vinha numa decrescente um pouco por desconfiança. O aeroporto ficava fechado, ficava aberto, uma hora tinha voo, outra hora não. 2020 foi um ano completamente atípico, foi muito bom para o aeroporto”, expôs o coordenador da unidade, Manoel Alberto.

“O movimento está subindo frente a tudo que passamos com esta pandemia. Tivemos aumento significativo, tivemos cancelamento de voo, não só aqui, mas em todo o Brasil. Houve o receio de viajar. O aeroporto se adaptou para a retomada de voos, entramos em todo o prospecto que a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) pede na questão Covid”.

Levantamento do ministério dos Transportes e Aviação Civil constatou que houve queda de 81% no número de embarques e desembarques no aeroporto no acumulado de janeiro a setembro, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Por alguns meses, a companhia que operava na rota Sorriso-Cuiabá suspendeu os voos de março a agosto, pico da pandemia. A queda é maior que a média nacional, que foi de 56%.

Neste período, 4.382 pessoas passaram pelo terminal sorrisense enquanto que no mesmo período do ano anterior foram 24.094.

Janeiro foi o que mais registrou movimento de passageiros totalizando 1.596, em fevereiro foram 1.53, março 922, abril e maio de 2020 não houve fluxo (nos mesmos meses do no ano passado foram 4.501 e 3.478, respectivamente). Em junho e julho não houve movimentação de passageiros, em ambos os anos. Em agosto de 2020 foram 14 passageiros (voos retomados no dia 31) ante 1.805, e setembro 320 ante 2.117 do ano passado.

Autor: Só Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here