O ex-governador Pedro Taques acaba de oficializar seu pedido de desfiliação do PSDB. O documento foi protocolado junto à Justiça Eleitoral e ao Diretório Estadual da sigla nesta segunda (02). Agora, Taques avalia se migra para o Solidariedade ou Cidadania na esperança de disputar o Senado na eleição suplementar marcada para 26 de abril.

Taques estava no PSDB desde agosto de 2015. Aderiu à sigla tucana no primeiro ano do seu mandato de governador, durante ato político  com a presença de figuras carimbadas do PSDB, como o ex-senador Aécio Neves e o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin.

Taques oficializa a saída, três dias após o PSDB lançar a pré-candidatura de Nilson Leitão ao Senado, jogando um “balde de água fria” na sua pretensão. Isso porque, o ex-governador havia colocado seu nome à disposição, mas encontrou grande resistência entre os ex-correligionários.

Fonte: RD News

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here