Foto: Central 150

A população ainda tem muitas dúvidas sobre a Covid-19, principalmente por ser uma doença misteriosa e silenciosa e com muitas descobertas ainda para surgirem.

Para dar mais agilidade ao atendimento de pessoas que precisam saber mais sobre a doença, a Prefeitura de Sorriso, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e Saneamento montou em março deste ano, uma central telefônica disque informação com o número 150, que no mês de abril passou a ser 24 horas.

Através da ligação que é gratuita e pode ser feita também do celular, as pessoas podem tirar dúvidas, receber informações e principalmente, saber mais sobre o exame.

“As ligações sobre a chegada do resultado do exame é o que mais recebemos. Porém, muitos também perguntam sobre os sintomas e se já devem ir consultar.”, declarou a enfermeira Joelma Lins dos Santos, uma das atendentes do 150.

A equipe é composta por 15 profissionais multidisciplinares, entre enfermeiros, psicólogos, professores, fisioterapeutas e estagiários que se empenham muito em turnos de 12 horas com o objetivo de realizar um trabalho primordial para o enfrentamento do Coronavírus, durante 24 horas.

 “Muitas vezes recebemos ligações de pessoas ofegantes, assustadas, com medo , cheio de ansiedade e aos poucos com nossa fala eles se acalmam, agradecem, dizem para Deus nos proteger e também proteger a nossa família. É uma sensação tão boa, que só quem atende entende”, declarou Maria Rosa Alves, atendente da central.

O canal 150 é mais uma ferramenta de comunicação e contempla ações de cuidados com a saúde pública dos munícipes, voltado ao atendimento da Covid-19 em Sorriso que no mês de julho, recebeu o total de 5.442 ligações.

“Deste total de ligações, 40% estão relacionados a dúvidas ao Coronavírus, como sintomas, tratamento, medicamento, atestado médico e situação de quarentena. Outros 40%, são pessoas buscando resultados dos exames negativos, pois, a central do 150 também informa e entrega os resultados de exame RT-PCR vindos do Laboratório Lacen/MT. Os 20% restantes são denúncias de aglomerações, festas residenciais, infrações comerciais como a não utilização de máscara por funcionários e clientes, a não observação ao distanciamento, a capacidade de lotação do ambiente e principalmente as de pessoas que estão violando a quarentena. Alertamos para que as pessoas em isolamento não saiam de casa para ir buscar informações sobre o exame, pois, a equipe de monitoramento faz a ligação informando sobre o resultado positivo”, declarou o coordenador da central, Renato Ferreira.

Da Assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here