A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, determinou a suspensão da realização da eleição suplementar para o cargo de Senador em Mato Grosso, que estava prevista para acontecer no próximo dia 26 de abril. O motivo foi a capacidade do coronavírus (COVID-19) infectar grande aprte da população. Uma nova data para o pleito não foi definida, mas a ministra considera a possibilidade do pleito ocorrer junto com as eleições municipais.

A ministra Rosa Weber assinou nesta terça-feira (17) um despacho determinando a suspensão da eleição suplementar para Senador de Mato Grosso. Ela cita que o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT), desembargador Gilberto Giraldelli, havia manifestado sua preocupação com a realização do pleito neste momento, inclusive em razão da eminência do início do período de propaganda eleitoral.

A presidente do TSE citou o agravamento da capacidade do coronavírus em infectar grande parte da população e também a recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) de que, além de medidas higiênicas, que sejam tomadas providências para restringir a aglomeração de pessoas, neste caso, como ocorre durante as eleições.

Ela então determinou a suspensão da eleição prevista para o próximo dia 26 de abril e não definiu uma nova data, afirmando que existe a possibilidade deste pleito ser realizado junto com as eleições municipais deste ano.

“Assim, determino a suspensão da realização da eleição para um cargo de senador e respectivos suplentes no estado de Mato Grosso […] até nova deliberação sobre a matéria, quando será designada nova data, com a maior brevidade possível, atendidas as necessidades inerentes à preparação daquela eleição, sem descartar a possibilidade de ser ela realizada simultaneamente às eleições municipais de 2020”, disse a ministra.

Fonte: Olhar Direto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here