Foto: Adriano Carneiro

O Ministério da Saúde  prorrogou a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe até o dia 30 de junho. A campanha teve três fases, sendo que a terceira fase (dividida em duas etapas) iria até o dia 5 de junho. Porém, o baixo índice de vacinação de grupos prioritários motivou a prorrogação da campanha.

Os grupos prioritários da terceira fase são formados por pessoas com deficiência, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, professores e pessoas de 55 a 59 anos de idade.

O percentual da cobertura vacinal   desta última fase esta em 57.51%, sendo crianças de 6 meses a menores de 6 anos 52.69%, as gestantes  53.73%,  as Puérperas 49.76,  as pessoas com deficiência 3.01%,  os adultos 55 a 59 anos com 39.73%, os professores com 78.91%, os Caminhoneiros com 18.58%

Para a vacinação nesta etapa, as mulheres no período até 45 dias após o parto, devem apresentar documento que comprove o puerpério (certidão de nascimento, cartão da gestante, documento do hospital onde ocorreu o parto, entre outros) durante o período de vacinação. Já os professores deverão levar um documento que comprove o vínculo, (crachá,  carteira profissional ou holerite). Os adultos de 55 a 59 também deve levar documento para comprovação da idade. Todos devem levar o cartão de vacina.

A vacina contra influenza não tem eficácia contra o novo coronavírus, porém, neste momento, ajuda os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para a covid-19, já que os sintomas são parecidos.

Todas as unidades de saúde  receberam doses. Quaisquer dúvidas podem ser esclarecidas no número 150, a ligação é gratuita.

Decom – Adriano Carneiro

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here