Terminou agora há pouco, uma reunião entre a Procuradoria do Município de Sorriso, promotores de justiça  defensores públicos, além dos secretários municipais de saúde, desenvolvimento econômico e educação, na sede do Ministério Público de Sorriso.

A intenção dos presentes foi buscar um acordo que permita a análise em carácter urgente das ações que a prefeitura municipal tem adotado desde o início da pandemia do Coronavírus, além de entrarem em entendimento para solicitar o arquivamento da ação civil pública, movida pelo MP e Defensoria, que culminou em uma liminar do Tribunal de Justiça, determinando o fechamento de bares, academias e igrejas na cidade.

O Painel MT acompanhou uma parte da reunião e conversou com os participantes que demonstraram uma esperança de que ainda nesta quarta-feira (03) a seja formalizado um acordo que “libere” estas atividades com as regras de cautela para evitar a disseminação do vírus entre os funcionários e clientes.

Nesta terça-feira (02), a prefeitura de Sorriso informou que estará cumprindo a liminar e solicitou que as empresas e igrejas atingidas pela decisão do TJ fechem para evitar transtornos e penalizações, até que haja a solução definitiva para a situação.

Autor: Da Redação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here