Dentro do prazo máximo de 30 dias, a construtora LHC, escolhida por meio de processo licitatório, deve dar início à edificação do prédio que irá abrigar a Escola Militar Tiradentes Cabo Dilceu Antônio da Silva Amaral. Localizado no Portal Kaiabi, o terreno que vai abrigar a unidade estadual foi doado pelo Município, que também contribuiu com contrapartida financeira, e com o trabalho de técnicos na elaboração de projetos, processo licitatório e demais trâmites para a viabilização da escola.

“É extremamente gratificante assinar este documento hoje, que representa uma demanda antiga de toda a comunidade e o esforço coletivo pela busca de uma unidade com gestão militar no município”, destaca o prefeito de Sorriso, Ari Lafin.

Assim como a Escola Estadual Mário Raiter, a unidade será composta por 16 salas de aula, refeitório, quadra poliesportiva, biblioteca, laboratórios e demais dependências administrativas, como sala de professores, direção e secretaria. A área do bloco educacional conta com mais de 3 mil m² e a quadra poliesportiva é de 651 m². A expectativa é atender cerca de 500 alunos por turno.

A elaboração do projeto arquitetônico da Tiradentes ficou a cargo da equipe técnica do Estado de Mato Grosso, e todos os demais projetos (estrutural, hidrossanitário, elétrico, SPDA, posto de transformação, lógica e incêndio) foram elaborados pelos profissionais da Secretaria Municipal da Cidade (Semcid), que também trabalharam no orçamento final da obra.

O investimento total será de R$ 5.059.162,87, sendo que, deste montante, R$ 101.183,26 representam a contrapartida financeira do Município. “Há uma diferença entre os valores finais de cada unidade por conta das particularidades de cada terreno, mas os projetos são basicamente iguais”, explica o titular da Secretaria Municipal da Cidade, Ednilson Oliveira.

A Escola Militar Tiradentes, que hoje funciona no prédio da Unic, é uma unidade estadual com gestão militar, que entrou em funcionamento em julho de 2017, nas salas anexas ao Park Shopping Sorriso. De acordo com o diretor da Tiradentes, tenente-coronel Ilton Botelho da Costa Campos, atualmente 534 alunos estão matriculados na unidade, que atende alunos os 7º, 8º e 9º anos do Ensino Fundamental e 1º, 2º e 3º anos do Ensino Médio.

A gestão para a edificação de um prédio próprio para a unidade também remonta a este período, assim como a de uma unidade estadual no Residencial Mário Raiter, cujos projetos seguem hoje (4) para o Departamento de Licitação.

“Este momento representa um marco não somente para a história da Escola Militar, mas para todas as família que confiam seus filhos para o ensino policial militar, visto que para nós é um momento de muita gratidão ver o quanto os poderes públicos de Sorriso, tanto o Executivo, quanto o Legislativo, somaram esforços junto ao Governo do Estado para viabilizar a unidade, e a construção de um prédio próprio ajuda no processo de internalização de princípios e na criação de vínculo amoroso com a unidade escolar, que, depois de construída, deve figurar entre as maiores de Mato Grosso”, contextualiza

“A Escola Tiradentes é referência em educação e a edificação de um prédio próprio certamente vai permitir que as atividades desenvolvidas na unidade possam ocorrer de maneira mais confortável, contribuindo ainda mais para o processo de ensino-aprendizagem, bem como nos demais aspectos que são abordados no processo de formação dos alunos”, destaca a secretária municipal de Educação e Cultura, Lúcia Drechsler.

Autor: Assessoria de Imprensa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here