A busca pela atenção humanizada, com base comunitária somada à reabilitação psicossocial. Esse é o principal objetivo da luta do Movimento Antimaniconial, celebrado hoje (18) em todo o país como “Dia da Luta Antimaniconial”.

Para celebrar a data e discutir a importância da luta, a equipe do Centro de Atendimento Psicossocial (CAPS), realiza hoje às 14h30 uma roda de conversa com pacientes e familiares na Praça da Juventude.


A intenção é discutir o processo organizado de transformação dos serviços psiquiátricos no país que há tempos passam por uma mudança histórica. Após as crescentes denúncias ocorridas na década de 70 em relação aos abusos ocorridos em clínicas psiquiátricas, deu-se início no Brasil a um trabalho de fortalecimento dos laços familiares e sociais dos pacientes, prezando pelo exercício da cidadania; seguindo o modelo pensando pelo médico italiano Franco Basaglia. Depois de anos de luta, em 1987, o dia 18 de maio foi estipulado como data comemorativa da Luta Antimaniconial no Brasil.


De acordo com a equipe responsável, o momento desta tarde será realizado em ambiente aberto, na Praça da Juventude, justamente para manter o distanciamento social necessário diante da pandemia. A equipe também solicita que todos que participarem do evento, compareçam usando máscaras.

Da Assessoria – Claudia Lazarotto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here