A oferta de etanol, especialmente do hidratado, está garantida para os motoristas de Mato Grosso, nesta safra

O Sudeste deverá produzir 0,6% menos cana que na safra passada, estima a Conab, limitando-se a 412,4 milhões de toneladas. Para o Centro-Oeste é esperada colheita 0,1% maior, totalizando 140,6 milhões de toneladas. O ligeiro aumento da região seria obtido por Goiás, onde a produtividade deve aumentar.

Também o Nordeste, onde o clima está favorável, deve ter aumento de safra, estimado em 4,1%. A área foi ampliada em 1,6% e a produtividade deve melhorar 2,5%. Com isso, a produção deve alcançar 51,1 milhões de toneladas.

No Sul, representado principalmente pelo Paraná, o balanço também é de estabilidade.

Por um lado, a área diminuiu 2%, mas. por outro, a produtividade deve ser 2% melhor, resultado em produção de cana 34,2 milhões de toneladas, ligeira queda de 0,5%.

A região Norte, que contribui com 1% do todo nacional, pode ter redução de 1,9% na oferta de cana, decorrente da menor área (-0,6%) e menor produtividade (-1,3%). O total é estimado em 3,7 milhões de toneladas de cana.

ETANOL

O Brasil deve produzir 30,6 bilhões de litros de etanol, redução de 14,3% com relação à safra 2019/20. O combustível à base de milho tem aumentado, atingindo o recorde de 2,7 bilhões de litros nesta temporada, avanço de 61,1% sobre a anterior. A produção do carro-chefe, o etanol de cana-de-açúcar, porém, deve diminuir 18,1%, limitando-se a 27,9 bilhões de litros.

A oferta de etanol anidro de cana-de-açúcar, aquele utilizado na mistura com a gasolina, deve diminuir 17,3%, voltando para a marca de 8,4 bilhões de litros. O anidro de milho, por sua vez, pode alcançar 792,6 milhões de litros, com acréscimo de 95,5% sobre a safra passada.

Para o etanol hidratado de cana-de-açúcar, a Conab espera redução de 18,4% no volume produzido, com o total estimado em 19,5 bilhões de litros. Já o de milho sinaliza aumento de 50,1%, com produção de 1,9 bilhão de litros.

Do Portal do Agronegócio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here