O secretário de Saúde de Mato Grosso, Gilberto Figueiredo, confirmou que em 24h subiram Para seis o número de casos confirmados do novo coronavírus em todo estado. Ao total, já são 25, sendo que oito pacientes estão internados. Desse total, quatro estão na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e os outros quatro recebem atendimento em enfermarias.

Segundo o secretário, são 263 casos notificados de síndrome respiratória aguda grave em todo estado e a novidade é que um desses casos já se recuperou totalmente e não sente mais os sintomas do Covid-19. 

Mesmo sem casos de óbito, o secretário pede que todos de Mato Grosso continuem se cuidando, fazendo higienização com água e sabão e quando possível com álcool gel. 

A partir de hoje, a Secretaria de Saúde passará a emitir boletins apenas de casos com problemas graves de respiração, conforme pedido do Ministério da Saúde. “Com base nas diretrizes dos Ministério da Saúde, a Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso passa a emitir boletim de casos notificados de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), a qual inclui a COVID-19 bem como outros tipos de Influenza. Casos hospitalizados de SRAG são monitorados de forma diária em cada unidade hospitalar do Estado, com a finalidade de identificar e tratar corretamente qualquer caso suspeito hospitalizado de COVID-19”, afirma o secretário. 

O novo relatório da Secretaria de Saúde também informa onde estão internados os pacientes com novo coronavírus. Cuiabá, por ser a maior cidade do estado, aparece com o maior número de pessoas infectadas, sendo 18 infectados. Outros quatro estão em Rondonópolis, dois em Várzea Grande e um em Nova Monte Verde. 

No período de 20 a 30 de março, o Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) analisou 352 amostras para SARS-CoV-2; destes, 346 testes apresentaram resultado negativo através da metodologia de RT-PCR.

Gilberto ainda afirma por último que todo paciente que for diagnosticado com coronavírus ficará em isolamento. “Seja qual for o hospital, privado ou público, o paciente será isolado”, comentou. 

Autor: Olhar Direto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here