Governador Mauro Mendes recebeu o prefeito Ari e o Secretário de Segurança de Sorriso, José Carlos Moura, além do comandante da PM de Sorriso.

Ampliar as ações ligadas à prevenção de crimes e garantir mais segurança nos pontos de maior circulação de pessoas. Esse é um dos objetivos da jornada voluntária para policiais militares de folga, cujo Termo de Cooperação foi assinado nesta manhã (21), entre a Prefeitura de Sorriso e o Governo do Estado de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública. O termo, assinado pelo prefeito Ari Lafin e o secretário de Estado, Alexandre Bustamante permitirá a adoção da jornada voluntária de policiais do 12.º Batalhão da Polícia Militar (BPM) instalado em Sorriso.

Ari agradeceu ao secretário por atender ao pedido. A solicitação havia sido encaminhada ainda em dezembro de 2019. “Implementar a jornada nesse momento é extremamente importante para nós; pois a Polícia Militar tem trabalhado em parceira com a Prefeitura desde o início da pandemia na tentativa de diminuir e conter aglomerações”, pontua o prefeito. “Além disso, temos certeza de que com a presença ostensiva da PM nas ruas nossos munícipes se sentirão mais seguros”, diz.

O prefeito destaca ainda que a jornada voluntária não irá acarretar gastos ao Governo do Estado. Os valores serão pagos pela Prefeitura Municipal que conta com uma previsão orçamentária de R$ 250 mil prevista para este ano. Vale lembrar que a jornada extra não excede seis horas diárias. “É uma proposta que traz benefícios às esferas municipal e estadual”, diz Ari.

“Queremos agradecer o apoio do Legislativo Municipal, do Gabinete de Gestão Integrada  (GGI) e do Conselho Municipal de Segurança Pública (Comsep) na elaboração e na busca por tornar realidade esse projeto”, completa o prefeito.

Presente no ato de assinatura do termo, o comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel PM Jorge Almeida, destacou que com a medida logo será possível perceber a presença de mais policiais nas ruas. “O policial militar que está em sua folga pode trabalhar de forma voluntária e receberá para isso. Então teremos mais viaturas em alguns turnos para intensificar o policiamento na cidade”. Segundo o comandante, com a jornada voluntária também será possível ampliar a atuação da PM no apoio prestado durante as ações de fiscalização geradas pela pandemia causada pelo coronavírus.

Conforme o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante,  “a Secretaria de Segurança Pública apoia medidas como esta, uma vez que em tempos de pandemia aumenta-se a demanda das forças de segurança, mas nem sempre os recursos financeiros são suficientes. Por isso defendemos que os municípios deem sua parcela de contribuição e, assim, Estado e município atuem de forma conjunta, sem que pese mais para um ou para outro”.

O secretário municipal de Segurança Pública, Trânsito e Defesa Civil, José Carlos Moura, destaca que com a assinatura do termo, agora a PM irá se organizar para por a jornada em efetividade o mais rápido possível.

 Também esteve presente na assinatura do termo o comandante-geral adjunto, coronel PM Delwison Sebastião Maia da Cruz.

Autor: Da Assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here