A bancada federal de Mato Grosso, composta por 8 deputados e três senadores, garantiu o repasse de R$169 milhões em emendas parlamentares para a Saúde do Estado.

O grupo se reuniu com o governador Mauro Mendes (DEM), no Palácio Paiaguas, no fim da manhã de sexta-feira (22).

Conforme o deputado federal Leonardo Albuquerque (SD), o dinheiro deve ser usado para pagamento de fornecedores, hospitais regionais, unidades filantrópicas e as prefeituras.

A estimativa do Governo é que apenas na Saúde haja um passivo de R$ 470 milhões em restos a pagar. 


“Parte desse recurso, ao menos 50%, vai ser revertido para os próprios municípios. É para pagar consórcio, pagar hospitais regionais etc. Foi um bom encaminhamento, com muita tranquilidade”, disse o deputado. 

O recurso já foi empenhado no ano passado e o esforço é para que o repasse seja feito ainda em abril. Na ocasião, o governador Mauro Mendes chegou a se reunir com a antiga bancada para viabilizar o recurso.

“O recurso é do fim de ano passado, está bancada fica “guardiã”. Nós respeitamos o acordo em ser 100% para saúde em geral”, disse o parlamentar.

Santa Casa

O fechamento da Santa Casa de Misericórdia também foi tratado pela bancada junto ao governador. A unidade filantrópica está fechada há duas semanas alegando falta de repasses na ordem de R$ 3,6 milhões.

Na quinta-feira (21) em Brasília, a bancada federal, vereadores de Cuiabá e o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) se reuniram com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, para pedir auxilio para o imbróglio da unidade filantrópica.

“O Ministério da Saúde se colocou à disposição para nos ajudar. Colocar dinheiro do Ministério não é tão fácil assim. Tudo vai depender do prefeito Emanuel Pinheiro. Mas será necessário a junção de Prefeitura, Estado e União. Sem esses entes, o pagamento fica impossível. Só a Prefeitura não aguenta”, disse o deputado.

Além do deputado Leonardo, participaram da reunião os deputados Neri Geller (PP), Emanuel Pinheiro Neto (PTB), o Emanuelzinho, Carlos Bezerra (MDB), Valtenir Pereira (MDB), José Medeiros (Pode), Rosa Neide (PT), Juarez Costa (MDB) e a senadora Selma Arruda (PSL).

Fonte: Midia News

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here