Nancy Brinker, uma norte americana vê sua irmã morrendo vítima de um câncer e cria uma ONG para ajudar mulheres no combate contra o câncer de mama.

Dois anos depois, ainda enlutada pela de Susan, Nancy vai em busca de mais uma alternativa e cria também a Fundação Susan G. Komen. A instituição ganhou o mundo e atua hoje em cerca de 30 países e mesmo sem fins lucrativo, já movimentou mais de 2 bilhões e meio de dólares.

Através de ações realizadas na prevenção e até mesmo no tratamento, a Fundação conseguiu diminuir cerca de 34% das mortes por câncer de mama, desde 1990.

Desde então, o laço cor-de-rosa é usado como símbolo e o objetivo do Outubro Rosa é divulgar informações sobre o câncer de mama e fortalecer as recomendações do Ministério da Saúde para prevenção, diagnóstico precoce e rastreamento da doença e chegar a 100% dos casos no estágio inicial da doença, para aumentar as chances de recuperação. 

Para o Brasil, foram estimados 66.280 casos novos de câncer de mama em 2021, com um risco estimado de 61,61 casos a cada 100 mil mulheres.

O câncer de mama também ocupa a primeira posição em mortalidade por câncer entre as mulheres no Brasil e é o que mais acomete mulheres no mundo. 

Os principais sinais e sintomas suspeitos de câncer de mama são: 

– Caroço (nódulo), geralmente endurecido, fixo e indolor; 

– Pele da mama avermelhada ou parecida com casca de laranja, alterações no bico do peito (mamilo) e saída espontânea de líquido de um dos mamilos; 

– Também podem aparecer pequenos nódulos no pescoço ou na região embaixo dos braços (axilas).

Não há uma causa única para o câncer de mama. Diversos fatores estão relacionados ao desenvolvimento da doença entre as mulheres, como: envelhecimento, determinantes relacionados à vida reprodutiva da mulher, histórico familiar de câncer de mama, consumo de álcool, excesso de peso, atividade física insuficente e exposição à radiação ionizante.

 A mamografia de rastreamento é recomendada para mulheres de 50 a 69 anos, a cada dois anos.

O que você pode fazer para reduzir as chances de ter câncer de mama?

– Atividade física, manter o peso corporal saudável e evitar o consumo de bebidas alcoólicas ajudam a prevenir o câncer de mama.

 – Amamentar protege contra o câncer de mama e deve ser estimulada, quando possível, pelo maior tempo.

– Não fumar e evitar o tabagismo passivo também pode ajudar na prevenção.

 – 28% dos casos de câncer de mama podem ser evitados por meio de hábitos de vida saudáveis, como apalpar e sentir sua mama. No dia a dia, esteja atenta a qualquer alteração que seja diferente para você.

Saiba também que a mamografia pode ajudar a encontrar o câncer de mama no início e favorecer o tratamento. Quanto mais cedo o câncer de mama for descoberto, maiores são as chances de cura.

Informe-se e decida o que é melhor para você

ENTÃO: Eu cuido da minha saúde todos os dias. E você?

Da Redação – Elisa Galvan.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here