A comercialização antecipada da safra 2019/2020 de soja do Brasil está bem mais adiantada se comparada a média para o período ou ao ano passado. As negociações atuais envolvem 43,1% da produção projetada em 123,5 milhões de toneladas, segundo a consultoria Safras & Mercado, com dados recolhidos até 10 de janeiro.

Em igual período do ano passado, o total negociado chegava a 36,3% e a média histórica é de 36,4%.

Estados que mais negociaram

Entre os estados que mais negociaram antecipadamente, destaque para o Maranhão, que lidera com 60% das 3 milhões de toneladas que esperam colher, já vendida. Depois aparecem o Tocantins (58%), Piauí (57%), Goiás (53%), Bahia e Mato Grosso com 49% cada um.

Menos venderam

O Rio Grande do Sul é o estado que menos safra vendeu até o momento, com 23% das 18,2 milhões de toneladas. Ainda assim, o volume comprometido (4,1 milhões de toneladas) é bem superior a toda safra do Maranhão.

O Paraná aparece logo na sequência com 36% da safra de 19,9 milhões de toneladas já negociada. Ritmo bem superior aos 26% da média histórica.

Todos venderam mais que a média

Todos os 12 estados acompanhados pela consultoria estão com as vendas mais adiantadas em relação a média e ao ano passado. O caso mais adiantado foi notado em São Paulo, no qual as antecipações estão em 46%, ante os 26% de 2018 e os 27% da média.

Fonte: Canal Rural

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here