O presidente Jair Bolsonaro voltou a minimizar nesta quarta-feira (23) a eficiência de uma vacina contra a covid-19 em conversa com apoiadores em São Francisco do Sul, em Santa Catarina:

— Eu tive a melhor vacina, foi o vírus.

Em seguida, acrescentou: 

— Sem efeito colateral. 

Pelo vídeo, não fica claro o contexto da fala. Em declarações anteriores, Bolsonaro já avisou que não tomaria a vacina por já ter contraído o vírus. Na semana passada, ele voltou a defender que o imunizante não seja obrigatório, já que ainda é “experimental” e criticou a “pressa” pela vacina.

Após a conversa com os apoiadores, Bolsonaro deixou o Forte Marechal Luz, onde estava hospedado desde sábado (19), para um curto período de férias. O chefe do Executivo deve retornar à Brasília nesta tarde para passar o Natal com a família. A previsão é que ele viaje novamente no dia 26 para o Guarujá, em São Paulo, onde passará o Ano-Novo.

Mais cedo, também em conversa com populares, Bolsonaro evitou comentar a prisão do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos), candidato que apoiou nas eleições municipais. Ele afirmou que não entraria “no mérito” do assunto e criticou a atuação do Ministério Público do Rio de Janeiro. Como tem repetido em suas lives semanais, Bolsonaro reforçou críticas à imprensa e voltou a destacar que deseja o retorno do voto impresso para 2022.

Autor: Zero Hora

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here