Um levantamento realizado pela Secretaria de Saúde e Saneamento, sobre o número de atendimentos das Farmácias Cidadã de Sorriso, apontou uma média de 13 mil atendimentos por mês. Já os itens como medicamentos e insumos para pacientes que fazem uso contínuo de insulina, somam 831.241 itens entregue nas três farmácias e no programa Remédio em Casa. A Farmácia Cidadã Central, se destaca com o maior número de atendimento, uma média de 7,200 atendimentos e mais de 450 mil itens entregues por mês.

Os dados apontam ainda que em 2018 o município investiu mais de R$2.140.072,68 só em  medicamentos, sendo R$1.238.430,35  na  assistência básica e R$901.629,33 na Assistência Farmacêutica de Alto Custo (idosos, CAPS, CREAS, CR, Casa Abrigo) mais  de R$178 mil por mês. Segundo a Portaria N.1.555, do Ministério da Saúde, o município tem como dever investir apenas R$2,36 por morador ano.

“Hoje nosso REMUNME, que é a Relação de Medicamentos Essenciais é um dos mais completos do Estado de Mato Grosso. Nós temos um investimento de cerca de 10 vezes maior do que determina a lei no quesito de fornecimento de medicamentos, chegando próximo dos R$20,00, por habitante ano e isso é muito expressivo”, explicou o coordenador do setor farmacêutico, Ederson Perin.

O projeto agora é oferecer aos cidadãos um atendimento farmacêutico que atenda 24 horas.

“Estamos entre os municípios que mais investem em medicamentos no Estado. Temos Uma Central de Abastecimento Farmacêutico, que faz a distribuição para todas as farmácias do município e estamos com uma iniciativa inédita no estado, que e é um projeto defendido pelo prefeito Ari Lafin,  desde o início da atual gestão, já está em fase de projeto arquitetônico para a construção da Farmácia 24h, que será construída ao lado da UPA, para facilitar o atendimento ao cidadão que precisa retirar medicamento no período noturno”, pontuou o secretário de Saúde e Saneamento Luis Fábio Marchioro.

Assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here