A Secretaria de Saúde do Estado identificou que 20 profissionais da saúde que trabalham na Unidade III do Centro Integrado de Atenção Psicossocial (Ciaps) Adauto Botelho, na região do Coxipó, foram diagnosticados com o novo coronavírus. Na unidade de saúde que trata da recuperação à dependência de álcool e outras drogas, em Cuiabá, também trabalhava o enfermeiro Athaide Celestino da Silva, morto no último domingo (2), vítima do covid-19.

Os casos entre os profissionais que trabalham na unidade estão sendo notificados desde o dia 7 de abril. Os pacientes que testaram positivo já estão isolados e em quarentena, segundo informou a SES.

A maioria dos casos estão apresentando sintomas leves ou nenhuma manifestação da infecção.

No último domingo, o enfermeiro Athaide Celestino da Silva, que trabalhava na mesma unidade médica, morreu após passar 37 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular em Cuiabá.

Sua morte foi a 13ª registrada no Estado, segundo boletim divulgado pelo Governo nesta quarta-feira (6).

O levantamento também registrou que 19 pessoas foram infectadas nas últimas 24 horas em todo o Estado e os casos confirmados chegaram aos 385.

Dos 385, 122 estão em isolamento domiciliar e 220 estão recuperados. Há ainda 30 pacientes hospitalizados, sendo 19 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 11 em enfermaria.

Fonte: Olhar Direto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here