A prefeitura de Sorriso divulgou, há pouco, a prorrogação do toque de recolher para evitar aglomerações de pessoas e reduzir riscos de contágio do Covid-19. Agora, serão mais 14 dias de suspensão de atividades das 22h até às 5h. As restrições serão mantidas até o dia 13 do próximo mês. Com isso, os moradores continuam proibidos de andar nas ruas, avenidas, praças e ficarem em bares. Segue permitido o deslocamento para ida e volta a serviços de saúde ou farmácia, entregas de medicamentos, alimentos no serviço de delivery.

As novas medidas são para evitar lockdown (fechamento total). Hoje, terminou o prazo de 15 dias das restrições determinadas no último dia 17. Está determinada quarentena domiciliar para pessoas acima de 60 anos e as que estão em grupos de risco, definidos pelas autoridades sanitárias. Também ficam suspensas atividades de lazer ou evento que cause aglomeração, tais como festas, confraternizações, shows, atividades esportivas em grupo, ainda que realizadas em âmbito domiciliar e em espaços públicos. Em algumas cidades, festas e eventos já estavam proibidas.

Também foi acatada a recomendação, do Ministério Público, que suspender cultos, missas e de quaisquer outras atividades religiosas presenciais, inclusive no que se refere às festividades além da suspensão de aulas presenciais em escolas e universidades, públicas e particulares, com reavaliação quinzenal.

A prefeitura de Sorriso está seguindo seguiu as recomendações feitas aos prefeitos dos municípios que fazem parte do Consórcio Público de Saúde Vale do Teles Pires, que se reuniram na última quinta-feira.

As ações conjuntas visam reduzir o contágio de Covid-19 porque não tem mais vagas de UTI no Hospital Regional de Sinop, onde foi montada pelo governo estadual, a maior estrutura no Nortão para atender pacientes com a doença. Os 20 leitos estão ocupados – 15 deles com pacientes de cidades da região. Em Sorriso, os 2 leitos de UTI para Covid, no regional, também estão atendendo. O consórcio prevê que, nesta 4ª, começam a ser instalados mais 9 leitos de UTI.

Só Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here