Foto: Lucas Torres

O Comitê Permanente de Combate ao Coronavírus anunciou, há pouco, o cancelamento das festividades de comemoração ao aniversário de Sorriso, que estava previsto para o dia 13 de maio. Além disso, serão suspensas as aulas da rede municipal a partir da próxima segunda-feira até o dia 5 de abril, podendo ser prorrogado o período. Também estão cancelados todos os eventos de modalidade esportiva, capacitação e palestras dos servidores. As atividades com idosos também estão suspensas por tempo indeterminado. Em Sorriso teve apenas suspeita do vírus e já foi descartado pela secretaria de Estado de Saúde.

“Com mais de 20 entidades tomamos algumas decisões importantes. Colocamos em votação e foi por unanimidade aprovado a não realização da festa de aniversário do município de Sorriso. Também vamos atender o que diz o decreto estadual publicado, ontem. O Conselho por maioria aprovou a suspensão das aulas. A secretaria está fazendo toda a organização para antecipar as férias. Todos os eventos da prefeitura também estão cancelados. Agora a questão é saúde”, explicou o secretário de Saúde Luiz Fábio Marchioro.

O prefeito Arin Lafin (PSDB) expôs que “esse é o momento pelo qual precisamos ficar em alerta. O mundo está discutindo esse problema, a nação está em alerta, a rede nacional de comunicação está totalmente voltada ao coronavírus. O momento em Sorriso em especial é de muito calmaria, mas precisamos nos unir. Estamos convocando a sociedade organizada a discutir juntos o problema que é de todos nós. Precisamos nos unir. Tudo o que estamos fazendo precisamos do apoio de todos. Existem prioridades a serem seguidas. Sorriso não terá aniversário pela primeira vez em sua história. A prioridade é cuidar do povo”.

Ontem, o governador Mauro Mendes definiu com secretários, sete medidas de combate ao Coronavírus. Uma delas é a suspensão das aulas nas escolas estaduais, municipais e em faculdades a partir da próxima segunda-feira (23) até 5 de abril, a título de “antecipação de férias”. Foi determinada a suspensão da participação de servidores nas atividades de capacitação, treinamento ou eventos. Ficam suspensos eventos realizados pelo Estado em ambientes fechados com público superior a 200 pessoas. É recomendado que não sejam realizados eventos por parte do setor privado.

O decreto também define que servidor público estadual com suspeita de contaminação deve ficar em isolamento domiciliar e os que retornarem de viagens internacionais que tenham tido contatos com pessoas contaminadas ficarão pelo regime de teletrabalho por 14 dias.

Fonte: Só Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here