O secretário de Desenvolvimento Econômico de Sorriso, Claúdio Drusina, está em Brasília na sexta-feira (6), onde cumpre agenda no Ministério da Infraestrutura e na Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Na capital nacional, o secretário acompanha o andamento do projeto de reforço e recuperação da pista de pouso e decolagem, taxiway e pátio de aeronaves do Aeroporto Regional Adolino Bedin e a cerificação da unidade.

“No mês passado uma equipe da ANAC esteve em Sorriso para a realização de uma vistoria no aeroporto. Agora viemos verificar os apontamentos existentes e, para nossa surpresa, houve ressalva apenas para a questão técnica da pista. Já havíamos apresentado para a equipe da ANAC o projeto de revitalização e, com base nessa vistoria, em breve teremos nossa certificação definitiva”, comemora Drusina.       

No Ministério da Infraestrutura, o secretário buscou informações sobre o projeto de reforço e recuperação da pista. “Viemos oferecer todo suporte necessário para a aprovação do projeto para que possamos iniciar o processo licitatório o quanto antes. O termo de fomento que prevê os recursos para a execução das obras já está na Secretaria de Aviação Civil – SAC e aguardamos os trâmites legais para podermos fazer a licitação”, explica.

Assim que forem executadas as obras de recuperação e reforço, o aeroporto de Sorriso poderá receber aeronaves como Embraer 190, 195 e similares. Para isso, a Prefeitura Municipal e o Ministério da Infraestrutura (Minfra) celebraram um termo de compromisso para a realização de obras de reforço e recuperação da pista de pouso e decolagem (PPD 05/23), taxiway e pátio de aeronaves do Aeroporto Regional Adolino Bedin no valor de obra é de R$ 8.090.983,95 (oito milhões, noventa mil e novecentos e oitenta e três reais e noventa e cinco centavos), que será totalmente repassado pelo Minfra ao município.

Além de possibilitar o recebimento de aeronaves de maior porte, os serviços irão ampliar a segurança das operações hoje realizadas e também a vida útil do pavimento que poderá ser de até 20 anos. As obras serão executadas de acordo com o projeto de revitalização, recuperação e sinalização horizontal da pista de pousos e decolagens elaborado pela Infraero e entregue ao município em 8 de novembro de 2019.

Fonte: Assessoria de Imprensa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here