O líder do Governo na Câmara Municipal de Sorriso, Nereu Bresolin (DEM), apresentou o projeto de lei que prevê com que pessoas condenadas por agressão a mulheres sejam impedidos de ser contratados pelo serviço público, seja na prefeitura municipal de Sorriso ou na Câmara de Vereadores.

O projeto de lei inclui dentro daquele rol que prevê as proibições de contratação, que já diz respeito a ficha suja, com também condenados pela lei Maria da Penha.

Segundo o autor esta é uma atitude concreta de preservação ao respeito as mulheres, especialmente no momento atual onde é o assunto está cada vez mais evidente, com a demonstração da agressividade cada vez maior de homens sobre suas companheiras e ex-companheiras.

O projeto de lei foi aprovado por unanimidade na sessão do dia 01 de abril passado e aguarda a sanção do Prefeito Municipal para se tornar lei e assim vigorar no município de Sorriso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here