No dia 27 de abril de 2021, o Ministério da Saúde incluiu puérperas,com até 45 dias pós-parto, e grávidas no grupo prioritário da vacinação contra Covid-19. O grupo também está na primeira fase da campanha imunização contra a gripe deste ano, que começou no início de abril. 

O puerpério constitui o período após o nascimento do bebê, de 43 a 45 dias após o parto. Para os médicos obstetras , o organismo da mulher passa por intensas modificações durante o período. 

Segundo eles, a gestação traz modificações durante todos esses meses ao organismo materno. Então, não é porque o bebê nasceu, que o organismo automaticamente volta ao normal.

Aos poucos, o organismo vai voltando a seu ‘estado inicial’. O  útero diminui de tamanho, volta a seu estado original; as mamas focam na lactação, na produção do leite e os líquidos voltam à quantidade normal, porque a gravidez um acumulador de líquidos.

GRUPO PRIORITÁRIO

As puérperas estão no grupo prioritário de diversas vacinas. As gestantes e mulheres no puerpério têm um deficit imunológico, o que justifica a prioridade. A grávida precisa ter uma adaptação do sistema imunológico para ela não gerar anticorpos contra o bebê. E justamente para poder baixar os anticorpos contra o bebê, também acaba baixando os anticorpos contra outras doenças.

A queda de anticorpos favorece a quadro mais grave de infecções, como a da Covid-19.

Mesmo que os testes clínicos em grávidas e puérperas ainda não tenham sido concluídos, o Ministério da Saúde recomenda a vacinação dessas mulheres. 

Os especialistas no assunto dizem ainda que os riscos da Covid-19 podem ser piores que os eventuais riscos dos imunizantes e os estudos só conseguem ser concluídos após um ano de vida dos bebês, mas em animais tudo indica que será positiva a resposta e as vacinas vêm sendo amplamente testadas nos grupos prioritários fora do Brasil.

AMAMENTAÇÃO

O ministério também orienta que a imunização aconteça independentemente do tempo de gestação, e nos casos das puérperas, que a amamentação não seja interrompida.

Da Assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here