De acordo com dados do Ministério da Saúde, Sorriso já aplicou ao menos uma dose contra a Covid em 110,77% de sua população no grupo dos “vacináveis”. Opa, 110,77%? Que conta é essa? Pois é, é que o Ministério da Saúde leva em consideração dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)  e o crescimento populacional de Sorriso avança de forma mais rápida que a média estimada pelo órgão.

“Este porcentual evidencia algo que é visível na rotina do Município, que nossa população vai além dos 94.941 estimados pelo IBGE para este ano e muito além dos 66.521 do censo de 2010”, contextualiza o secretário de Saúde e Saneamento, Luís Fábio Marchioro, lembrando que há doses disponíveis, seja para quem ainda não tomou a primeira dose, para quem está aguardando a segunda ou já está “no jeito” para a terceira dose, a dose de reforço.

Falando em “esquema vacinal” completo, Sorriso já chegou à marca de 62,01% da população que já recebeu as duas agulhadas contra a Covid-19 ou então recebeu o imunizante em dose única.

Doses seguem sendo ofertadas normalmente

Mesmo com números animadores quanto à cobertura vacinal, o secretário reforça que quem não tomou a vacina deve sim buscar sua dose.  Atualmente, Sorriso está aplicando as primeiras doses em adolescentes com mais de 12 anos, lactantes, gestantes e puérperas. Nestes casos, é só acessar o site www.sorriso.mt.gov.br e fazer o agendamento. Já as segundas doses, ou doses de reforço, não precisam de agendamento. É só ir com a carteirinha de vacina, o cartão do SUS e um documento com foto nos dois pontos de vacinação exclusivos para esta finalidade: o Centro de Eventos Ari José Riedi, no bairro Rota do Sol; e o PSF Nova Integração (a Upinha da Zona Leste), que funcionam de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 10h30 e das 13h30 às 16h30; e das 7h30 às 10h30 aos sábados.

Além destes pontos específicos, uma equipe da Secretaria Municipal de Saúde e Saneamento está fazendo busca ativa de profissionais de saúde para a aplicação da dose de reforço. “É visível o quanto a evolução da vacinação tem impacto direto na redução de novos casos”, reforça.

Vacina avança e casos diminuem

Dados da Secretaria mostram que a 42.ª Semana Epidemiológica (SE) registrou 37 novos contaminados de uma semana para outra (mais especificamente entre os dias 14 e 21 de outubro), número  22% menor que o registrado na SE anterior, com 47 novos contaminados.

“Além de representar um autocuidado, tomar a vacina também reduz a propagação do vírus, o que permite que se avance para a redução de novos casos e, em breve, uma situação de controle da doença”, destaca Marchioro, lembrando que ainda seguem necessários e válidos os cuidados não-farmacológicos para evitar a Covid-19: usar máscara, lavar as mãos com água e sabão e também higienizar com álcool 70%.

Da Assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here