A Rota do Oeste estima que a BR-163 tenha, em média, um aumento de aproximadamente 24% de veículos leves neste período, enquanto o número de pesados pode cair até 13%. - Foto: Reprodução

Para a maioria dos foliões, o feriado de carnaval é prolongado, tendo início na sexta-feira (21) e terminando apenas na Quarta-feira de Cinzas (26). Os cinco dias de folga possibilitam viagens, deixando a rodovia mais movimentada. A Rota do Oeste estima que a BR-163 tenha, em média, um aumento de aproximadamente 24% de veículos leves neste período, enquanto o número de pesados pode cair até 13%.

Os dados levantados pela Concessionária apontam que neste sábado (22) é o dia em que a rodovia estará mais movimentada. É previsto um aumento de 55,3% de veículos leves no trecho sob concessão, que vai de Itiquira (km 0) até Sinop (km 855). A alta do movimento também é prevista para a terça-feira (25) de Carnaval, com possibilidade de aumento de 43,3% no tráfego de leves. Esses são os dias mais característicos para as viagens do feriado, sendo o primeiro a data de ida e o segundo a data de retorno da maioria daqueles que escolhem pular o carnaval em outras cidades.

O gerente de Operações da Rota do Oeste alerta para a mistura de álcool e direção. Segundo ele, a combinação, além de ser uma infração de trânsito, pode ser fatal. “Muita gente acredita que não há problema em trafegar na rodovia depois de beber, muitos consideram que se a quantidade ingerida for pequena, não há risco e é aí que mora o perigo. Álcool e direção definitivamente não combinam, em nenhuma quantidade. Nossa orientação é sempre reforçar que se beber, não dirija”, diz.

As projeções seguem com aumento de 28% na sexta-feira, 1,4% na segunda-feira e 19,3% na quarta-feira. Há apenas um dia em que o tráfego tende a diminuir. Domingo há uma previsão de queda de 3,7% de leves na BR-163, o que indica que a maioria dos que viajam, pretendem voltar apenas no final do feriado.

Durante o período, a Rota do Oeste estará com a Safra Segura em vigor e as medidas de segurança terão ações específicas e elaboradas em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). A equipe de tráfego ganha posicionamento estratégico, atendendo aos trechos que possuem maior movimentação de veículos pesados, além dos pontos chamados de ‘Zonas Quentes’, onde as ocorrências são mais recorrentes.

“É importante frisar que o cuidado na rodovia depende de todos, então orientamos para que revisem os veículos antes de ir para a rodovia, redobrem a atenção, principalmente em casos de pista molhada, respeitem a sinalização e os limites de velocidade, não façam ultrapassagens perigosas e, mais uma vez, se beberem, não dirijam”, acrescenta Ferreira. (Da assessoria)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here