Foto: JK Notícias

O problema com o fogo em Sorriso tem superado a preocupação com o Coronavirus. Isso por que incêndios de grande proporção vêm sendo registrados em diversos locais da cidade, especialmente em áreas públicas, como o Parque Ecológico Municipal, a área verde do bairro Rota do Sol, os fundos do bairro Parque das Araras, entre outros.

Durante esta semana, o prefeito Ari Lafin, reuniu pessoalmente em seu gabinete as forcas de combate à estes incêndios e cobrou um investigação por parte das autoridades sobre possível ato criminoso ateando fogo propositalmente no entorno da cidade.

Reunião debateu situação atual das queimadas o gabinete do prefeito (Foto: DECOM)

O secretário de Seguranca  Pública do município, José Carlos Moura, adiantou que a polícia já obteve informações de testemunhas que disseram ter visto veículos onde os ocupantes desceram e teriam iniciado o fogo. “A inteligência da polícia, tanto civil quanto a militar, está buscando confirmar de que esses incêndios são criminosos para prender essas pessoas que estão causando tanto mal para o meio ambiente quanto para a saúde da população”, declarou o secretário.   

A Defesa Civil também criou um grupo de trabalho no intuito de reunir dados para decidir de há elementos para a decretação de Estado de Emergência no município por conta das queimadas. “Nós estamos nos reunindo com todas as partes interessadas e acompanhando os dados, pois a situação está muito crítica e não temos previsão de chuvas para os próximos dias”, disse o coordenador da Defesa Civil do município, Fábio dos Santos.

A solicitação de Estado de Emergência também é uma alternativa para apoiar os pequenos agricultores do Assentamento Jonas Pinheiro, que viram uma grande parte de suas propriedades serem consumidas em um grande incêndio na semana passada.

Autor: Da Redação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here