O ex-governador Pedro Taques (PSDB) e seu ex-secretário de Comunicação Marcy Monteiro foram condenados a uma multa de R$ 5,3 mil cada, por utilizarem de forma indevida matérias institucionais publicados no site oficial do Governo, durante a campanha eleitoral de 2018. A determinação ocorreu durante sessão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) desta segunda-feira (15).

A representação foi ingressada pelo também candidato ao Governo do Estado, na época, Wellington Fagundes (PR), e pela Coligação “Força da União”. A alegação era de que Taques estava usando a estrutura do Estado para favorecer sua imagem.

Na época em que a ação foi ingressada, o TRE chegou a acatar a liminar, determinando que várias matérias, mostrando realizações do Governo Taques, fossem retiradas do site.

Na sessão, o juiz-membro Antonio Peleja, relator do processo, voltou a manifestar contra o ex-governador, avaliando que houve de fato o uso indevido da máquina pública para autopromoção na campanha.

Diante dos fatos, o magistrado aplicou a multa a Taques e a Monteiro. O seu voto foi acompanhado por unanimidade pelos demais membros da corte.

Por Olhar Direto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here